/
Nascente dos Olhos de Água do Alviela
Alcanena
Ponto a visitar
 
Nascente dos Olhos de Água do Alviela, Alcanena
A nascente do rio Alviela está localizada na base de uma escarpa, na fronteira geológica entre o Maciço Calcário Estremenho e a Bacia Terciária do Baixo Tejo. Neste local estão em contacto rochas com cerca de 150 milhões de anos de diferença (calcários do Jurássico e arenitos do Terciário). O rio Alviela é alimentado durante todo o ano por uma nascente permanente, mas em períodos de maior precipitação a água é também expelida através de nascentes temporárias, nomeadamente por uma saída temporária de extravasamento situada junto à nascente principal (Olhos de Água) e por uma outra situada junto ao Poço Escuro. O caudal do rio é assim fortemente influenciado pelas águas que se precipitam numa bacia de alimentação com cerca de 180 Km2, localizada na área do Planalto de Santo António. Estas águas, após se infiltrarem rapidamente nos calcários, são conduzidas subterraneamente através de galerias até à nascente. A nascente do Alviela é uma das mais importantes do nosso país, chegando a debitar 17 mil litros por segundo, ou seja, 1,5 milhões de metros cúbicos de água por dia (pico de cheia). Desde 1880 até bem próximo da actualidade, esta nascente foi uma das principais fontes de abastecimento de água à cidade de Lisboa (através do Aqueduto do Alviela), e ainda hoje é um ponto de extravasamento de um dos maiores reservatórios de água doce do país.
Características