/
Colunas graníticas do Covão do Boi (Geossítio)
Manteigas
Ponto a visitar
 
Colunas graníticas do Covão do Boi (Geossítio), Manteigas
Entre o circo glaciário do Covão do Ferro, o Vale glaciário do Zêzere e o Cântaro Raso, surge o Covão do Boi, localizado a 1840 metros de altitude. Neste geossítio encontramos um conjunto de colunas graníticas, com diâmetros de 2 a 5 metros e entre os 4 e os 8 metros de altura, constituindo um modelado de elevada raridade a nível internacional, tornando o geossítio especialmente relevante. Antes de aflorarem à superfície, as colunas já existiam no subsolo devido à alteração profunda do granito, que formou um espesso manto de alteração nos espaços entre elas. Durante a glaciação, o fundo do vale do Covão do Boi situava-se à altura do topo das colunas, que foram então cortadas pela erosão glaciária. Só depois da fusão do glaciar, com a erosão do manto de alteração, as colunas começaram a aparecer à superfície, o que torna a sua génese particularmente significativa. Estas colunas graníticas são localmente designadas por queijeiras, pelo facto de se assemelharem, cenicamente, à forma empilhada dos típicos queijos da Serra da Estrela.
Características