/
Polje de Minde
Minde
Ponto a visitar
 
Polje de Minde, Minde
O Polje de Minde é uma depressão de fundo plano, que resultou da movimentação de blocos a partir de falhas existentes na litologia do terreno. Limitado pelos planaltos de Santo António e São Mamede, este Polje tem uma extensão de 4 Km de comprimento por 1,8Km de largura. Os poljes estão relacionados com a estrutura geológica do terreno, apresentando também uma complexa circulação endorreica, da qual fazem parte exsurgências, sumidouros e cursos de água temporários. Durante as épocas em que ocorre maior precipitação, o Polje de Minde inunda, isto porque é alimentado por quatro nascentes: Mindinho, Contenda, Poio e Olho de Mira. No seu interior existem também inúmeros sumidouros que esgotam a água para subsolo, encontrando-se no Maciço Calcário Estremenho um dos maiores reservatórios subterrâneos de água doce em Portugal. O Polje e nascentes associadas (Alviela, Almonda e Olho da Maria Paula) foram classificados em Dezembro de 2005 como sítio Ramsar, o que significa que constituem um importante património internacional como zona húmida temporária e ecossistema de inúmeras espécies.
Características