/
Praia Fluvial e Lagoas de água doce
Mina de São Domingos
Ponto a visitar
 
Praia Fluvial e Lagoas de água doce, Mina de São Domingos
A Praia Fluvial da Mina de São Domingos existe desde Junho de 2000 e está instalada na Tapada Grande. Esta é a maior de duas albufeiras de água doce criadas pela empresa Mason & Barry durante o século XIX para fornecer água para o processamento de minerais de baixo teor pela via húmida. Possui estacionamento, bar, instalações sanitárias e vigilância durante a época balnear. A Tapada Pequena (ou Barragem n.º 3 na nomenclatura da empresa exploradora) foi instalada no Barranco do Pego da Sarna e está numa cota superior à Tapada Grande (ou Barragem n.º 4), instalada no Barranco da Cabeça de Aires ou Barranco do Pego do Boi. As duas albufeiras constituem-se como um sistema hidráulico único, estando unidas por um canal que deriva a água em excesso na Tapada Pequena para a Grande, permitindo aproveitar ao máximo a escorrência de origem pluvial. A bacia colectada pela Tapada Grande tem 27.000.000 m2 de superfície e a da Tapada Pequena 6.600.000 m2. A Tapada Grande foi construída cerca 1881e possui as seguintes dimensões máximas: 18 m de altura, 233 m de extensão no coroamento, 880.300 m2 de superfície, ou seja, capacidade para conter 5.881.938 toneladas métricas de água. A Tapada Pequena foi construída cerca 1884 e as dimensões máximas são as seguintes: altura de 15 m, extensão de 150 m no coroamento e superfície de 288.658 m2, podendo albergar 1.394.660 toneladas métricas. Com toda a capacidade preenchida, o sistema hidráulico da Mina de São Domingos permite armazenar, teoricamente, 7.276.598 toneladas de água. Em 1955, o consumo total de água foi estimado em 3.481.900 toneladas por ano, incluindo o abastecimento das fornalhas 1 e 2 (1.095.000), da estação geradora da Achada do Gamo (12.000) e dos "tipes" de lixiviação da Achada (150.000), a lavagem de vagões (7.500), o abastecimento das locomotivas dos ramais (4.500), das locomotivas da linha principal (6.000) e das lavarias na Achada (39.000), a água gasta nas instalações de escolha de minério (700.000), na rega das hortas (60.000), no consumo animal (1.500) e ainda aquela consumida pela evaporação (1.406.400).
Características