/
Rota dos Granitos no Coração de Idanha
Idanha-a-Nova
Ponto a visitar
 
Rota dos Granitos no Coração de Idanha, Idanha-a-Nova
Desde sempre que os granitos foram uma constante na vida dos habitantes de Idanha-a-Nova, presentes no substrato ou aflorando nas ruas e calçadas. A sua utilização nas construções remonta ao início do povoamento na região (séc. XII), tendo ficado registadas nas paredes, ao longo dos tempos, os elementos da sua história geológica (mineralogia, textura, encraves de rochas "exóticas", etc). Assim nos contam a porta do cemitério, a fonte da Praça da República, o castelo medieval, a torre sineira e o solar dos condes de Idanha-a-Nova. Mas outras litologias foram sendo introduzidas nas construções, essencialmente para ornamentação, como os calcários com fósseis da escadaria dos Paços do Concelho ou a Brecha d’Arrábida no Solar da Rua Vaz Preto. Esta Rota passa também pelo Miradouro do Castelo, um local privilegiado para interpretação geomorfológica de toda a região, por afloramentos "in situ" e pelos fornos do Bairro dos Louceiros onde se cozia o barro explorado na campina de Idanha.
Características